Olhar a cidade

A partir de uma conversa e uma caminhada pelo centro, o encontro proporcionará uma discussão sobre a presença e as ausências da população negra em São Paulo, pensando as mudanças configuradas na cidade na transição entre os séculos 19 e 20, após a Abolição da Escravidão e a Proclamação da República.

Lembre de trazer uma garrafa de água e de se proteger do sol.

Indicação: livre

O QUE: Olhar a cidade sob a perspectiva da população negra
ONDE: Solar da Marquesa de Santos e Beco do Pinto –  Rua Roberto Simonsen, 136 – Sé
QUANDO: 17/03, às 10h30
QUANTO: Gratuito
Anúncios

Palavra Certa

 

O objetivo neste jogo de duplas é acertar a palavra mágica, ou a senha, com o mínimo de dicas possíveis. As dicas consistem apenas em outras palavras que podem se associar à palavra inicial.

Escreva várias palavras em pedaços de papéis e coloque-as em um saco. Eleja um da dupla para dar as dicas e outro para adivinhar a senha. Quem começa dando as dicas deve retirar uma senha do saco e lê-la mentalmente. Depois, de frente para o parceiro, fala outras palavras que possam se associar à senha.

Por exemplo, se a senha for “cachorro” a dica pode ser ‘animal’ ou ‘patas’. O parceiro tem até três dicas para acertar a senha. Cada palavra certa vale um ponto e a cada erro a dupla passa a vez para outros dois jogadores.

Dicas: inverta a função das duplas a cada rodada. Com jogadores mais jovens use palavras mais fáceis e, em vez de escrevê-las, peça para que eles apenas pensem em uma senha

Lumberjanes

Lumberjanes é uma série em quadrinhos que acompanha as aventuras de cinco amigas que vão passar o verão num acampamento de escoteiros. Lá, elas se deparam com estranhas criaturas, fenômenos sobrenaturais e um mistério que terão que desvendar! Concebida originalmente como uma minissérie em oito partes, o título fez tanto sucesso nos Estados Unidos, que virou uma série mensal. Vencedora do prêmio Eisner (o Oscar dos quadrinhos) de Melhor Nova Série e de Melhor Série para Adolescentes, a história conquistou leitores de todas as idades e a aclamação da crítica, especialmente por ser uma HQ criada por mulheres e protagonizada por personagens femininas. É uma série genuinamente divertida!

Autor: Noelle Stevenson

Editora: Devir

Público-alvo: final do Fundamental 1

Fim de Semana da Família no Itaú Cultural

bololofos

Fim de Semana da Família no Itaú Cultural é um evento repleto de atividades para visitantes de todas as idades. E aos sábados e domingos o espaço convida toda a família para curtir uma tarde de muita criatividade com oficinas, espetáculos teatrais e muito maisConfira a programação e não deixe de participar:

  • 14h – Oficina Bololofos: a atividade convida as crianças e suas famílias a desenhar e colorir em bonecos de pelúcia em branco, além de outros materiais para anexar nas pequenas criaturas, como cabelos, membros e acessórios. (inscrições a partir das 13h30 – 25 crianças com um acompanhante cada)
  • 16h – Espetáculo “Tem, Mas Já Acabou”, com a Cia As Graças: O espetáculo mescla brincadeiras, depoimentos das próprias atrizes e histórias do livro Contos de Enganar a Morte, do escritor Ricardo Azevedo, para tratar de forma divertida e leve o ciclo da vida. O show reúne mágica, origami e teatro de sombras e de bonecos. (distribuição de ingressos a partir das 14h, por ordem de chegada – 70 lugares)

Além da oficina os pequenos poderão visitar o Cantinho da Leitura para conhecer o acervo infantojuvenil do Itaú Cultural ou então participar da Feirinha de Troca de Livros e DVDs, no piso térreo.

Programação fornecida pela produção/estabelecimento e sujeita à alteração. Confirme antes de sair de casa.

O QUE: Fim de Semana da Família no Itaú Cultural
ONDE: Av Paulista 149
QUANDO: de 03/03/2018 a 04/03/2018 – Sábado e Domingo
QUANTO: Grátis

Controle Remoto

download

Junto com o bebê, a cegonha traz um controle-remoto. Que coisa prática para pais que ainda não entendem o que o filho está querendo dizer ou fazer! O bebê abre o berreiro e os pais entram em desespero? Basta apontar o aparelho para o menino e apertar a tecla SAP (Serviço de Ajuda aos Pais) para ver que ele só tenta dizer ?QUERO COMIDA!?. As outras teclas do controle são também muito práticas: STOP, PLAY, SLEEP, ALARM, MENU, REPEAT… O menino cresce sob controle. Vai tudo muito bem. Até que, um dia, a pilha do aparelho acaba..

Autor: Tino Freitas

Editora: Manati

Público-alvo: Começo do Ensino

ESPM inaugura biblioteca comunitária aberta 24 horas na Vila Mariana

Sem porta, nem porteiro, a Livro Livre ESPM ficará aberta todos os dias da semana em qualquer horário!

Em São Paulo, quem quisesse pegar livros em bibliotecas abertas a qualquer hora, poderiam ir na biblioteca Mário de Andrade, localizada no centro da capital, que atualmente, fica aberta até as 22h. Porém, o bairro da Vila Mariana traz uma ótima novidade para os amantes da literatura: A faculdade ESPM acaba de inaugurar uma biblioteca comunitária em plena calçada!

Localizado na fachada da instituição de ensino, na rua Doutor Álvaro Alvim – 123,  o espaço, que não possui portas e nem porteiro, e que remete à uma banca, foi inaugurado ontem (19) e, para chamar atenção de quem passava,  bateria dos alunos da faculdade esteve presente realizando um show, assim como a leitura de trechos de algumas obras.

O acervo da biblioteca já possui mais de dois mil livros e maioria, vêm por parte de doações – um dos maiores objetivos do projeto chamado de “Livro Livre”. Não há regras e datas para as devoluções dos livros. A proposta é repassar os livros que serão doados pela comunidade de alunos, professores, parceiros, vizinhos e demais pessoas, que queiram compartilhar conhecimento por meio de livros de literatura, filosofia, artes e, também alguns exemplares didáticos e acadêmicos. “Qualquer pessoa que passar na Rua Dr. Álvaro Alvim, no número 123 e se dirigir a Livro Livre ESPM pode entrar, escolher e levar um livro. Ela não tem porta, não tem vidro, nem porteiro. É só passar e levar”, explica Dalton Pastore, presidente da ESPM e criador do projeto. “Certamente, se o leitor devolver este livro após o tempo que julgar necessário, outras pessoas também poderão se beneficiar da obra literária”, sugere.

As doações de livros podem ser realizadas na secretaria da faculdade, na Rua Doutor Álvaro Alvim – 123.